Reajuste da Tabela do Imposto de Renda

Um dos impostos mais tradicionais que o Governo Federal cobra em todo início de ano é o imposto de renda, já que esse tributo é uma das maiores formas de arrecadação que o Governo Federal tem junto ao contribuinte.

Por conta disso, é feito um reajuste em cima da tabela do imposto de renda, todos os anos, aumentando o valor a ser pago por cada contribuinte e também o quanto o governo fatura em cima dessa taxa.

Assim, para quem não deseja ter um planejamento financeiro inadequado, é importante saber de quanto será esse reajuste do Governo em cima da restituição do Imposto de renda e também quando realizar esse pagamento.

Restituição Imposto de renda 2018

Reajuste IRPF

Faixa de reajuste do imposto de renda

Para o ano de 2017, o secretário-executivo do Ministério da Fazenda, Eduardo Guardia já informou que o Imposto de Renda terá um reajuste de 5%. Isso é, todas as divisões de faixa de renda, que tem que pagar uma porcentagem do que arrecadaram durante o ano, terão um aumento de 5% em seus gastos, fazendo com que a liquidação desse tributo seja um pouco mais complicada.

Com essa mudança, a tabela do imposto de renda vai ficar da seguinte forma, conforme proposta enviado pelo Congresso para a ratificação do presidente Michel Temer. Quem arrecada até 22847 por ano, ou até 1900 reais por mês, está isento dessa tributação, não pagando nada para a Receita Federal.

Já para quem possui um rendimento de até 33919 mil reais por ano, ou seja, com um ganho líquido até 2826 reais por mês, vai ter que arcar com 7,5 % desse ganho para o Governo Federal, ou seja, vai pagar até 1.713 no início do ano.

Já para o grupo de pessoa que ganha mais do que 33919 mil reais por ano até 45012, a faixa cobrada pelo Governo do percentual arrecadado será de 15%, fazendo com que essa cobrança fique em torno 4257 no imposto de renda, a depender do rendimento da pessoa durante o ano.

Ou seja, quanto mais a pessoa arrecadar, maior será o pagamento do imposto e mais o Governo arrecadará, fazendo com que esse imposto seja fundamental para as finanças da receita.

Um quarto grupo que teve aumento no imposto de renda 2018 é de quem ganha de 45012 até 55976, que terá que pagar uma taxa de 22,5% em cima desses rendimentos. Por fim, para quem ganha acima de 55976, o pagamento a ser feito vai ser de 27,5% em cima do rendimento total que a pessoa teve no ano.

Dessa forma, para quem ganhou 60 mil reais em um ano, terá que pagar 16500 em cima desse tributo, diretamente para os cofres do Governo Federal.

Esses reajustes já estão em vigor e valem para o pagamento do imposto de renda de 2017, o qual deve ser efetuado até o final de março, para que você não corra o risco de ficar preso na malha da Receita Federal e com isso pagar uma grande multa em cima desse tributo.